quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Do not want to remember...


Tudo que fiz até um tempo atraz se transformaram em lembranças que ja não são tão nítidas na memória. Algumas foram se apagando aos poucos com o tempo, outras ainda estão sendo perseveras no propósito de não quererem ser esquecidas tão cedo. Existem aquelas que passam despercebidas, mas outras que continuam firme e forte, como ja citadas.

Sinto que com o tempo fui deixando que a covardia fosse tomando conta de mim. Me acustumei ao conforto de poder controlar a minha volta, como se construisse uma muralha que me protege de sentimentos que sempre costumam brincar comigo todo o tempo. E que de quebra me trazendo mais um sentimento, o da dúvida. Será que vou ser feliz se arriscar tudo que construi até agora? Ou será que tudo desmoronará em questões de segundos e mostrará o que mais temo?
Lembranças. Sentimentos. Sofrimento. Dúvidas.

Nenhum comentário: